50 Terroristas Abatidos Esta Semana Em Cabo Delgado

O ministro do Interior diz que as Forças de Defesa e Segurança abateram, entre ontem e hoje, 50 terroristas em Cabo Delgado depois de os mesmos terem protagonizado pelo menos 11 ataques em sete distritos daquela província.

Numa conferência de imprensa rápida e sem direito a questões por parte dos jornalistas, o ministro do Interior, acompanhado pelo da Defesa, fez o balanço dos ataques terroristas em Cabo Delgado.
Na sua comunicação, Amade Miquidade começou por enumerar 11 ataques protagonizados por terroristas em sete distritos daquela província que resultaram na destruição casas e infra-estruturas do Estado.

“No dia 03 deste mês, em Nangade, os terroristas atacaram a aldeia de Litingina, no dia 11 atacaram em simultâneo Lintigina e Ngologolo. Em Quissanga, no dia 04, os terroristas atacaram a aldeia de Cagembe, em Mahate. No dia 09, os terroristas acataram as aldeias de Tapara, localidade de Tororo e Bilibiza. Na Mocímboa da Praia, no dia 04, os terroristas realizaram disparos na aldeia Namaculo, onde raptaram cinco cidadãos e no dia 13 atacaram a aldeia de Tote”, mencionou Amade Miquidade, ministro do Interior, que continuando com o seu discurso fez ainda saber que “em Meluco, no dia 06, os terroristas realizaram emboscada a uma viatura civil na zona de Nangoroa. Em Muidumbe, no dia 11, os terroristas atacaram o posto de administrativo em Nhangaleua atacaram a aldeia Auasse. No distrito de Macomia, no dia 12, houve um ataque em Ncopué. E Mueda também não escapou aos ataques, no dia 13 deste mês”.

Em resposta, as Forças de Defesa e Segurança lançaram, nos dias 13 e 14 deste mês, uma contra-ofensiva que resultou na morte de 50 terroristas.
“No dia 13 (deste mês) os terroristas foram surpreendidos pelas nossas forças na via que liga Chinga-Ambawe, fazendo-se transportar em três viaturas e igual número de motorizada e um camião cisterna roubado. No confronto foram abatidos 42 terroristas e destruídos todos meios circulantes nos quais se faziam transportar”, revelou o ministro do Interior, num tom carregado de alguma satisfação.
Ainda na senda dos ataques mais recentes, as Forças de Defesa e Segurança abateram “na madrugada de ontem (14 de Maio), os terroristas tentaram controlar Quissanga, mas tal não ocorreu, tendo resultado no abate a 08 terroristas e ferimento de outros”.

O ministro do Interior reiterou, ainda, o compromisso das Forças de Defesa e Segurança em defender a população moçambicana dos ataques que considera carregarem uma agenda externa.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *