A Direcção Nacional de Água de Moçambique diz que vai fornecer  água a custo zero

A Direcção Nacional de Água de Moçambique diz que vai fornecer  Água a custo zero a todos os consumidores da rede pública. A medida enquadra-se nas estratégias de combate a Covid-19.

Estamos em Ndlavela, um bairro cujo fornecimento de água a semelhança de outros nos municípios de Maputo e Matola, é garantido pelo FIPAG e pelos fornecedores privados.

O problema é que nem todas as torneiras ligadas a rede pública jorram água.

Adelino Alves não tem água pública há 2 anos. O fornecimento foi interrompido por ordem de corte, depois de acumular dívidas com a empresa Águas da Região de Maputo..

Foram tantas as facturas acumuladas que acabou não conseguindo pagar. Mas Adelino não é único cliente cuja água não jorra na sua torneira, o que defere são os motivos.

Para cozinhar, tomar banho ou lavar a roupa, Deolinda e família recorrem aos vizinhos que são fornecidos por privados,  como a senhora Maida Cuna. É que em sua casa, a água sai 24/24 horas, por isso tem sido a bóia de salvação de algumas famílias vizinhas.

Uma notícia que alegrou clientes como Adelino Alves.

Contudo as medidas poderão lesar aqueles que tem o fornecimento de água como negócio, daí a necessidade de um diálogo aberto entre as partes envolvidas, defende Crispim Amaral da Proconsumer.

Outra medida bastante saudada pelos consumidores é a garantia de aprovisionamento da água nas zonas cujo  abastecimento é exíguo ou inexistente como Ndlavela.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *