Celas Em Quelimane Constituem Perigo Para Transmissão do Coronavirus

As celas do Comando Provincial da Zambézia podem constituir perigo de transmissão da COVID-19. Se por um lado a Polícia faz a sua parte, por outro as autoridades não estão a observar o processo rastreamento das pessoas antes de serem levadas para as celas, como forma de apurar a sintomatologia da doença.

A cela da segunda esquadra da Polícia em Quelimane é um exemplo. Com capacidade para 20 detidos, vários cidadãos com destaque para estrangeiros e nacionais estão encarcerados sem observância de cuidados face a contaminação da Pandemia do novo Coronavírus.

Um cidadão por sinal funcionário do Conselho Municipal está detido por ter supostamente desacatado o decreto de Estado de Emergência, ao abrir seu bar.

O porta-Voz do Comando Provincial da Zambézia, Sidner Lonzo, fez saber que às autoridades policiais apenas cabe recolher as celas, todos aqueles que constitui perigo sendo que os passos subsequentes são da responsabilidade dos tribunais.

Sobre o assunto, o sector da saúde na Zambézia por vias do seu porta-voz Ganâncio Muachana, fez saber que  tem feito recomendações constantes para que as autoridades que gerem celas e cadeias pautem por distanciamento, uso de máscaras entre outras medidas de prevenção.

Segundo a fonte, qualquer necessidade que acarrete custos caberá as devidas entidades de justiça arcar com as despesas para evitar contaminação da COVID-19.

A província da Zambézia até aqui ainda não registou nenhum caso da doença, com tudo a preocupação é maior face aos dados de contaminação existentes neste momento.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *